LA DOCTRINA SECRETA HELENA PETROVNA BLAVATSKY PDF

Seu treinamento oculto, a preparaзгo dos seus diversos corpos para atuar como transmissores de comunicaзхes dos Mahatmas para o mundo muito ocupado dos homens, levou anos. Os fenфmenos que ela produziu e as experiкncias pelas quais passou enquanto esteve na Rъssia entre e sгo prova disso. Quando, sem dъvida, foi intensificado e acelerado. Porйm, dessa fase nгo teremos conhecimento atй que, por nossa vez, a experimentemos.

Author:Tojarn Molrajas
Country:Mali
Language:English (Spanish)
Genre:Literature
Published (Last):19 September 2006
Pages:379
PDF File Size:11.90 Mb
ePub File Size:15.19 Mb
ISBN:381-9-99546-328-8
Downloads:8388
Price:Free* [*Free Regsitration Required]
Uploader:Nelabar



Ela abalou e desafiou de tal modo as correntes ortodoxas da Religiгo, da Ciкncia, da Filosofia e da Psicologia, que й impossнvel ficar ignorada.

Foi uma verdadeira iconoclasta - ao rasgar e fazer em pedaзos os vйus que encobriam a Realidade. Mas, porque estivesse a maioria presa аs exterioridades convencionais, tornou-se o alvo de ataques e injъrias, pela coragem e ousadia de trazer а luz do dia aquilo que era blasfкmia revelar. Lenta mas seguramente, os anos se encarregaram de fazer-lhe justiзa. Helena Petrovna Hahn nasceu prematuramente а meia-noite de 30 para 31 de julho 12 de agosto pelo calendбrio russo de , em Ekaterinoslav, na provнncia do mesmo nome, ao sul da Rъssia.

Tгo estranhos foram os incidentes ocorridos na hora do seu nascimento e por ocasiгo do seu batismo, que os serviзais da famнlia lhe predisseram uma existкncia cheia de tribulaзхes.

Helena foi uma crianзa voluntariosa, oriunda de uma linhagem tradicional de homens e mulheres influentes e poderosos. A histуria dos seus antepassados й a histуria mesma da Rъssia.

Sйculos atrбs, os nфmades eslavos erravam atravйs da Europa central e oriental. Tinham formas de governo prуprias; mas, quando se estabeleceram em Novgorod, fracionaram-se em feudos, que se desavieram entre si, nгo sendo possнvel chegarem a uma conciliaзгo. Chamaram em seu auxнlio Rurik A. Rurik veio e organizou em Novgorod o primeiro governo civil, que se constituiu em um centro opulento de comйrcio com o Oriente e o Ocidente. Foi ele o primeiro soberano e reinou pelo espaзo de quinze anos.

Durante sua vida, o filho Igor e o sobrinho Oleg consolidaram-lhe o domнnio no Oeste e no Sul. Kiev tornou-se um grande Principado, e aquele que o governava era virtualmente o soberano da Rъssia. Ao longo dos sйculos, os descendentes de Rurik ampliaram as suas conquistas e a sua autoridade sobre todo o paнs.

Vladimir I m. Yaroslav o Sбbio m. Este apelido persistiu como tнtulo de famнlia. Yuri fundou Moscou, e sua dinastia deu origem aos poderosos Grгo-Duques, cujos governos se caracterizaram por lutas violentas entre eles prуprios. As hordas mongуis, em , tiraram partido das divergкncias e sujeitaram os grupos turbulentos que se rivalizavam em sede de poder e posiзгo. Com a morte de seu filho terminou a longa e brilhante dinastia dos Dolgorouki. Mas a famнlia ainda exercia influкncia nos dias dos Romanoff, atй a morte da avу da Senhora Blavatsky, a talentosa e culta Princesa Elena Dolgorouki, que se casou com Andrй Mikaelovitch Fadeef, o "mais velho" da linhagem Dolgorouki, da qual os Czares Romanoff eram considerados um dos ramos "mais novos".

Vк-se, pois, que a famнlia de Helena pertencia а classe superior, na Rъssia, com tradiзгo e dignidade a preservar, sendo conhecida em toda a Europa. Helena era uma rebelde, e desde a infвncia sempre manifestou desprezo pelas convenзхes, o que nгo a impedia de compreender que as suas aзхes nгo deviam molestar a famнlia, nem ferir-lhe a honra.

Em virtude de, aos onze anos de idade, haver perdido a mгe, mulher inteligente e devotada а literatura, Helena passou a adolescкncia em companhia de seus avуs, os Fadeef, em um antigo e vasto solar de Saratov, que abrigava muitos membros da famнlia e grande nъmero de criados e servidores, por ser o seu avф Fadeef governador da provнncia de Saratov.

A natureza de Helena estava fortemente impregnada de uma inata capacidade psнquica, de tal modo que constituнa sua caracterнstica predominante. Ela se dizia e o demonstrava dotada da faculdade de comunicar-se com os habitantes de outras esferas ou mundos invisнveis e sutis, e com os entes humanos que consideramos "mortos". Essa potencialidade natural foi posteriormente disciplinada e desenvolvida. Sua educaзгo recebeu a influкncia da posiзгo social da famнlia e dos fatores culturais entгo imperantes.

Assim, ela era hбbil poliglota e tinha excelentes conhecimentos musicais; de sua erudita avу herdou o senso cientнfico e a experiкncia; e partilhava dos pendores literбrios que pareciam correr nas veias da famнlia.

Em , com a idade de 17 anos, Helena contraiu matrimфnio com o General Nicephoro Von Blavatsky, governador da provнncia de Erivan, que era um homem jб entrado em anos- Existem muitas versхes sobre a razгo desse casamento; que nгo foi do seu agrado, ela o demonstrou desde o primeiro momento- Apуs trкs meses, abandonou o marido e fugiu para a casa da famнlia, que a encaminhou ao pai.

Receando ser obrigada a voltar para o General Blavatsky, tornou a fugir, no caminho; e durante vбrios anos correu o mundo em viagens cheias de aventuras.

Ao que parece, manteve-se ela ausente da Rъssia o tempo suficiente para poder legalizar a sua separaзгo do marido. Em Helena, agora Senhora Blavatsky ou H. A partir desse momento, passou ela a ser a sua fiel discнpula, obedecendo-lhe inteiramente а influкncia e diretiva. Sob a orientaзгo do Mestre, aprendeu a controlar e dirigir as forзas a que estava submetida em razгo de sua natureza excepcional. Essa orientaзгo conduziu-a atravйs de vбrias e extraordinбrias experiкncias nos domнnios da "magia" e do ocultismo.

Aprendeu a receber mensagens dos Mestres e a transmiti-Ias aos seus destinatбrios, e a enfrentar valentemente todos os riscos e incompreensхes no seu caminho. Seguir o rastro de suas peregrinaзхes durante o perнodo desse aprendizado й vк-Ia em constante atividade pelo mundo inteiro. Parte do tempo ela o passou nas regiхes do Himalaia, estudando em mosteiros onde se conservam os ensinamentos de alguns dos Mestres mais esclarecidos e espirituais do passado. Estudou a Vida e as Leis dos mundos ocultos, assim como as regras que devem ser cumpridas para o acesso a eles.

Como testemunho desse estбgio de sua educaзгo esotйrica, deixou-nos uma primorosa versгo de axiomas espirituais em seu livro The Voice of Silence A Voz do Silкncio. Em , H. Blavatsky viajou para os Estados Unidos da Amйrica, a fim de trabalhar na missгo para a qual fora preparada. A alguйm de menos coragem a tarefa havia de parecer impossнvel- Mas ela, uma russa desconhecida, irrompeu no movimento espiritualista, que entгo empolgava tгo profundamente a Amйrica e, em menor escala, muitos outros paнses.

Os espнritos cientнficos ansiavam por descobrir o significado dos estranhos fenфmenos, e se defrontavam com dificuldades para abrir caminho em meio аs numerosas fraudes e mistificaзхes. De duas maneiras tentou H. B- explicб-los: 1. Para ilustrar suas afirmaзхes, H. Em Нsis sem Vйu lanзou o peso da evidкncia colhida em todas as Escrituras do mundo e em outros anais contra a ortodoxia religiosa, o materialismo cientнfico e a fй cega, o ceticismo e a ignorвncia. Foi recebida com agravos e injъrias, mas nгo deixou de impressionar e esclarecer o pensamento mundial.

Quando H. A Sociedade apelou para a "fraternal cooperaзгo de todos os que pudessem compreender o seu campo de aзгo e simpatizassem com os objetivos que ditaram a sua organizaзгo" a. Essa "fraterna cooperaзгo" tornou-se a primeira das Trкs Metas do trabalho da Sociedade, as quais foram durante muitos anos enunciadas nestes termos: Primeira - Formar um nъcleo de Fraternidade Universal na Humanidade, sem distinзгo de raзa, credo, sexo, casta ou cor.

Segunda - Fomentar o estudo comparativo das Religiхes, Filosofias e Ciкncias. Terceira - Investigar as leis inexplicбveis da Natureza e os poderes latentes do homem.

Era um homem altamente conceituado e muito conhecido na vida pъblica da Amйrica, e tanto ele como H. Ambos foram para a нndia em , e ali construнram os primeiros e sуlidos alicerces do seu trabalho. A Sociedade expandiu-se rapidamente de paнs em paнs; sua afirmaзгo de serviзo prу-humanidade, a amplitude de seu programa, a clareza e a lуgica de sua filosofia e a inspiraзгo de sua orientaзгo espiritual ecoaram de modo convincente em muitos homens e mulheres, que lhe deram o mais firme apoio.

Como era natural, esses dois pioneiros encontraram a oposiзгo e a incompreensгo de muita gente; especialmente H. Mas ela estava preparada para o sacrifнcio. Os efeitos do injusto Relatуrio da "Sociedade de Investigaзхes Psнquicas" acerca dos fenфmenos que ela produzia, assim como os dos ataques desfechados pelos missionбrios cristгos da нndia, jб haviam em parte desaparecido.

Ao seu incessante labor de escrever, editar e atender а correspondкncia, somava-se a tarefa de formar e instruir discнpulos capazes de dar prosseguimento а sua obra. Em contava-se em mais de um milhar o nъmero de membros que se achavam sob a sua direзгo em muitos paнses. Expхe "nгo a Doutrina Secreta em sua totalidade, mas um nъmero selecionado de fragmentos dos seus princнpios fundamentais". Segredos que continuarгo como tais enquanto nгo forem entendidos. Ela abriu as portas, hб tanto tempo cerradas, dos Mistйrios; revelou, uma vez mais, a verdade sobre o Homem e a Natureza; deu testemunho da presenзa, na Terra, da Hierarquia Oculta que vela e guia o mundo.

Ela й reverenciada por muitos milhares de pessoas, porque foi e й um farol que ilumina o caminho para as alturas a que todos devem ascender. Josephine Ransom 1 Veja-se o Prefбcio de H.

DE NUGIS CURIALIUM PDF

A Doutrina Secreta

.

CETHE BECCA ABBOTT PDF

La doctrina secreta

.

INGRID BETANCOURT EVEN SILENCE HAS AN END PDF

LA BRUJA BLAVATSK,HELENA PETROVNA

.

Related Articles